a

Justiça determina afastamento de policial civil acusado de atirar na casa do delegado Regional

A juíza Raquel Agrelli determinou o afastamento do agente da Polícia Civil Douglas Tavares Tomaz, 41 anos, de todas as funções do serviço...


A juíza Raquel Agrelli determinou o afastamento do agente da Polícia Civil Douglas Tavares Tomaz, 41 anos, de todas as funções do serviço público.

Ele é acusado de atirar na casa do Delegado Regional Ozório Tértius. O atentado foi registrado na noite do dia 23 de maio.

Em casa, o delegado foi surpreendido pelos disparos que atingiram o portão, o muro, o carro dele e a parede da residência.

Uma insatisfação por não ter tratamento privilegiado dentro da polícia teria motivado a ação do investigador Douglas.

No despacho, a juíza Raquel Agrelli considerou que são graves as acusações contra o policial Douglas, já que como policial deveria zelar pela aplicação da lei e pelo combate à criminalidade.

Por fim, ela determinou a suspensão do exercício da função pública, até a conclusão processual.



A reportagem do Raio X entrou em contato com o advogado de defesa de Douglas, o Ricardo Rezendo Rocha, mas ele disse que ainda não havia sido informado da decisão que afastou seu cliente do cargo. Assim que tiver uma posição, Rochinha disse que irá se pronunciar.  

+ lidas

Recentes

Arquivo

Sugerir Matéria

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contatos

Telefone
(34) 3423-5050

Celular Plantão
(34) 9679-1647

E-mail
raiox102@gmail.com


item