a

Polícia prende homem acusado de aplicar golpes em comerciantes

Um homem acabou detido ontem a tarde suspeito de aplicar golpes em empresários frutalenses. De acordo com as vítimas, que denunciaram...


Um homem acabou detido ontem a tarde suspeito de aplicar golpes em empresários frutalenses.

De acordo com as vítimas, que denunciaram o caso à polícia, o homem se apresentava no comércio como promoter de um festival de calouros que estava em busca de potenciais patrocinadores para o evento.

Após convencer os empresários sobre as vantagens de apoiar o festival e receber o dinheiro do patrocino o homem simplesmente desaparecia e não era mais encontrado pelos comerciantes.

Ontem, o homem que não teve o nome divulgado pela polícia acabou sendo detido enquanto tentava receber de uma empresária o patrocínio para o show de calouros.



O Sargento Valdeci da Silva Gomes foi entrevistado pelo repórter Nélio Barbosa e conta detalhes da acusação contra o suposto promoter. “Nós recebemos uma denúncia que este homem estava arrecadando dinheiro para a realização de um suposto show de calouros que iria acontecer no distrito de Aparecida de Minas entre os dias 26 e 29 de setembro. Ele vendia esses patrocínios afirmando que a propaganda do evento seria vinculada nas rádios da cidade, mas tudo não passava de uma farsa para tirar dinheiro das vítimas”.

A empresária Vadna Batista de Carvalho conta que o homem utilizava nome de empresas da cidade para obter patrocínio. “Esse homem chegou no meu estabelecimento me pedindo para que eu patrocinasse esse evento, afirmando que seriam feitas diversas propagandas sobre esse festival a um custo de apenas 120 reais. Falei sobre este festividade com uma amiga minha que demonstro interesse em patrocinar o evento, tentei entrar em contato com o suposto organizador do festival, contudo, o celular que ele havia me passado era de outra pessoa”.

Outra empresária, Suely Ferreira Lopes, conta que por pouco também não caiu na conversa do suposto golpista. “Já estava sabendo que um estelionatário estava aplicando esses golpes, por isso, quando ele me procurou, fingi que estava interessada em apoiar o evento e entrei em contato com a polícia que logo chegou ao local e efetuou a prisão deste falsário”.


Texto: Antônio Araújo

+ lidas

Recentes

Arquivo

Sugerir Matéria

Nome

E-mail *

Mensagem *

Contatos

Telefone
(34) 3423-5050

Celular Plantão
(34) 9679-1647

E-mail
raiox102@gmail.com


item